Fatwa Diário (2)

P: É permitido fazer um juramento na compra e venda se a pessoa for verdadeira ?

R: Jurar na compra e venda é absolutamente repreensível, seja falso ou verdadeiro. Se ele for falso em seu juramento, então é Harám, e seu pecado é maior e seu castigo é mais severo, e é considerado um juramento falso, e ainda que seja motivo de grande saída do produto, tirará o Barakah da venda e do lucro.

O Profeta (ﷺ) disse: “O juramento vende o produto, entretanto tira o Barakah.” (Al-Bukhari e Muslim)

E disse (ﷺ) : “Há três tipos de pessoas a quem ALLAH não falará no Dia da Ressurreição, nem olhará para elas, nem os purificará , e elas terão uma punição dolorosa: Al-Musbil, Al-Mannan, e aquele que vende seus produtos através de falso juramento ” (Muslim)

Quanto ao juramento verdadeiro na compra e venda é makrúh (detestáve), pois através do mesmo a pessoa vende fluentemente sua mercadoria e incentiva as pessoas a comprarem por causa de excessivos juramentos.

ALLAH disse: Certamente, aqueles que vendem o pacto com Allah e seus juramentos por um valor baixo, esses não terão porção alguma no Além, ALLAH não lhes falará e nem lhes olhará no Dia da Ressurreição, e nem os purificará; e para eles haverá um castigo doloroso. 3/77

E por causa do significado geral das palavras de ALLAH: {E preservem seus juramentos} 5/89.

E o dito de ALLAH : {E não façais ALLAH um pretexto em vossos juramentos} 2/224

[Fatwas do Comitê Permanente de Pesquisa Acadêmica e Ifta]